sábado, 4 de abril de 2015

Das coisas que não acho justas ---> Programa Estrelas


Sábado passado, deitei à tarde para dar uma descansadinha. Marido vendo TV ao lado, peguei o controle para dar uma zapeada na meia dúzia de canais que temos na TV aberta. Parei na Globo, estava começando Estrelas e Angélia, acompanhada de Chico Pinheiro, iam entrevistar Milton Nascimento. É bem difícil eu assistir TV, às vezes coloco um filme para ver. Mas era Miltom, ali fiquei. 

A matéria foi rápida e logo chegou o blog da loira na cozinha com um artista. A "cozinheira" do dia era a Suzy Rego. Pensei: que legal. Suzy tb é mãe de gêmeos, é uma querida e que preza muito pela alimentação honesta. Bora assistir.

Que decepção! Suzy fez um peixe lindo de viver, deitado em folhas de espinafre e abobrinha. Fez no forno, mas escorregou no tempero. Usou e enfatizou como sendo a melhor coisa do mundo, o quanto aquele tempero em pó comprado pronto, cheio de sódio e gorduras, era prático e saboroso. Propagando escrachada de uma marca. 

Elas ficavam no ar se vangloriando de serem adeptas da alimentação saudável e colocaram um pacote inteirinho do tempero no peixe. Me arrepiei. Gente, vocês já pesquisaram sobre estes temperos prontos? São venenos para a nossa saúde. Pega um caixinha ou saquinho deles, leia cada item dos ingredientes e faça uma busca o Google. Prepare-se para o que vai encontrar, por exemplo, num caldo de galinha.


Ingredientes: Sal, intensificadores de sabor (glutamato monossódico, inosinato e guanilato dissódicos), gordura vegetal hidrogenada e não hidrogenada, extracto de levedura, amido modificado, gordura de galinha, vegetais (cebola, salsa), carne de galinha (0,7%), aromas (contém ovo e soro de leite), especiarias, molho de soja (contém glúten), corante (E 150c), dextrose, antioxidantes (galato de propilo, BHA, ácido cítrico).

Gordura Hidrogenada - Ela existe na natureza, está presente em pequenas quantidades na gordura e leite dos animais, sem que o seu consumo seja prejudicial. Já a produzida industrialmente, é o tipo de gordura mais nociva em existência. É a tal da gordura trans, que está associada a diversos problemas e complicações de saúde como: problemas cardiovasculares, alzheimer, diabetes, obesidade, problemas hepátticos, entre outros.
Glutamato Monossódico - Em relação aos intensificadores de sabor, irei falar primeiro do glutamato monossódico, que embora seja considerado pela industria alimentar e respectivas agências reguladoras como sendo “seguro”, no passado, já foi associado à “Síndrome do Restaurante Chinês”. Cujos sintomas incluem dor de cabeça (cefaléia), ondas de calor, vermelhidão facial, formigamento e rigidez na parte posterior do pescoço. Ele também causa opressão torácica, moléstias gástricas como náuseas e vômitos, taquicardia e alterações de humor. Esporadicamente surgem especulações acerca da relação entre a ingestão de deste glutamato e doenças degenerativas cerebrais, como Alzheimer, Isquemia e Parkinson. Também tem sido sugerido que este intensificador é responsável por uma série de condições de saúde como a hiperatividade em crianças, obesidade, reações alérgicas, asma, cancro e enxaqueca.
Guanilato Disódico - Outro ingrediente do grupo dos intensificadores de sabor, o guanilato disódico é um aditivo alimentar e é normalmente usado em sinergia com o ácido glutâmico (glutamato monossódico, MSG). Ele é produzido a partir do peixe seco ou determinadas algas. É, também, adicionado em produtos prontos para consumir, como o massa instantânea, batatas fritas e outros aperitivos salgados, além de arroz industrializado com sabor e vegetais enlatados.
Guanilato Disódico 2 -  O terceiro ingrediente do grupo dos intensificadores de sabor não é seguro para bebês com menos de doze semanas e deve ser evitado por asmáticos e pessoas com gota, já que os guanilatos são metabolizados em purinas.
Gente, é o seguinte: aprendi com uma amiga que se não é seguro para bebês, também não deve fazer muito bem às crianças, adultos e idosos.
Glúten - O glúten (3) deve ser evitado a todo o custo pelos celíacos, por não tolerarem esse tipo de proteína de cereais. Os não celíacos também deve ficar atendo a este ingrediente tão comum, pois está cada vez mais a ser associado a uma série de doenças auto-imunes,  como a diabetes tipo 1 (DT1), doenças da tiróide, síndrome de Sjögrene nefropatia IgA, entre outras. Além disso, há pesquisas que implicam diretamente o glúten (ou algumas das suas fracções proteicas, como as gliadinas) na artrite reumatóide, síndrome de Sjögren, esclerose múltipla, psoríase, nefropatia IgA67 e DT1.
Corante E 150C - A cor típica dos cubos de caldos devem-se, sobretudo, ao corante E 150c, que é um caramelo de amônia, um aditivo corante alimentar. Possui uma cor líquida castanho escuro a preto, tendo um odor de açúcar queimado. É preparado através aquecimento de hidratos de carbono, com ou sem ácidos e álcalis, na presença de compostos de amónio. A sua ingestão excessiva pode conduzir a problemas intestinais e aumento no peso dos rins . Induz a linfopenia e suprime a imunidade em ratos.
Galato de Propilo - O Galato de propilo, ou 3,4,5-trihidroxibenzoato propil, é formado pela condensação de ácido gálico e propanol. Este antioxidante tem vindo a ser utilizado como aditivo alimentar, nos alimentos industriais que contêm óleos e gorduras, para evitar a sua oxidação. Para além disso, o que muito poucos sabem é que o galato de propilo age como um antagonista do estrogenio., segundo um estudo realizado em 2009.
BHA -BHA é um excelente antioxidante que previne a oxidação das gorduras, mas as mesmas propriedades químicas que tornam o BHA um excelente conservante, podem também estar relacionadas com certos efeitos negativos na saúde. As características oxidativas e/ou metabolitos do BHA, podem contribuir para a carcinogenicidade ou tumorigenicidade, porém as mesmas reações podem combater o stress oxidativo. Há evidências de que determinadas pessoas podem ter dificuldade em metabolizar o BHA, resultando em mudanças de saúde e de comportamento.
Bom, já disse aqui que há mais de um ano não uso esses temperos prontos, né? Peguei horror a eles. Em casa faço meu próprio tempero caseiro, como mostrei aqui. Invisto um pouco do meu tempo na semana para fazer esse santo da minha cozinha e fico até um mês sossegada, porque ele rende que é uma beleza!
Achei golpe baixo do programa e, da Suzy Rego, levantar a bandeira desse veneno em cadeia nacional. A receita foi vendida como rápida, prática e saborosa. Em breve farei a minha versão da receita e divulgarei para vocês (e para a Suzy também), prometo!
Flávia

2 comentários:

  1. Olha uma vez ou outra na correria do dia a dia eu ate uso, mas se puder usar outras coisas eu farei...Obrigada por sempre nos mostrar que podemos ter uma vida mais saudável...beijos

    ResponderExcluir
  2. Olha uma vez ou outra na correria do dia a dia eu ate uso, mas se puder usar outras coisas eu farei...Obrigada por sempre nos mostrar que podemos ter uma vida mais saudável...beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é super importante para mim. Conto com você me dizendo o que achou desta postagem. Gratidão.