sexta-feira, 6 de março de 2015

Você está dedicando tempo para a pessoa mais importante da sua vida?

O título desta postagem é uma pergunta que te faço diretamente e quero que responda alto e com total sinceridade, para que você mesma ouça a resposta. 

Se a sua resposta foi não, é hora de analisar um pouco os teus valores, para ter a noção real que você tem na sua vida. É aquela história de sempre, se você não se amar, não poderá amar ao próximo ou fazer qualquer coisa com amor. Se você não se amar de verdade, você não sai do lugar. A vida fica travada e ela foi feita para fluir, simples assim.

Estou falando tudo isso porque, entrando no terceiro mês de organização da vida, percebi que apesar da empolgação por estar tudo caminhando de forma espetacular, eu continuava sobrecarregada. Agora, a sobrecarga não era mais do meu subconsciente cobrando a realização das obrigações ou da minha mente tentando lembrar o que eu ainda precisava fazer. A sobrecarga vinha de outro lugar.

Para quem ainda não sabe, eu - que já fui a pessoa mais desorganizada e perdida do mundo, entrei em 2015 focada no planejamento e em ter metas. Antes nunca havia escrito metas para um ano, por medo de não alcançá-las. Sabe aquele temor de não corresponder a nós mesmos? Pois então, analisando esses primeiros poucos mais de 60 dias, posso dizer que CAI DO CAVALO algumas vezes, mas tenho seguido FOCADA e os resultados têm sido extraordinários.


Acontece que, sendo algo novo, a gente vai notando que alguns ajustes precisam ser feitos. Eu estava focada de um jeito que mal piscava, o tempo era (é) esmagador e quando notei, havia me tornado escrava da agenda. Pior, nem deste jeito conseguia corresponder às minhas obrigações 100%. Isso me deixava triste, foi quando percebi que faltava algo essencial neste processo: TEMPO DE QUALIDADE PARA MIM MESMA.

Sendo assim, tenho me esforçado para lembrar que não fui parar no caos de um dia para o outro, logo, não preciso sair dele de uma vez só. Entendo que é um processo e muitas vezes preciso me lembrar disso, da importância do passo a passo. De um dia após o outro e entendi que precisava desacelerar e aproveitar - cada dia melhor - o tempo em família. 

Tenho ficado mais com as crianças à noite e menos em frente ao computador, que uso para trabalho, mas também para lazer (e as coisas se misturam, roubando mais o nosso tempo). Busco dedicar tempo diário para a leitura e procuro fazer, com mais frequência, coisas que amo e que me acrescentam. Esta semana, por exemplo, consegui sentar para ver DOIS filmes. O que é muita coisa para quem não via televisão há meses.

É isso, vim dizer o obvio - mas que no dia a dia não muitas vezes não aplicamos: tenha tempo de qualidade para você mesma, para fazer algo que gosta, alimentar a sua alma, o seu eu interior, o seu espírito e o seu coração. O equilíbrio é o caminho para a felicidade e sou grata, por finalmente estar trilhando esta jornada.







Flávia

* Em tempo: encerro esta postagem deixando alguns pequenos versos da Bíblia Sagrada, encontrados lá no livro de Eclesiastes 3:

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;
Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;
Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;
Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora;
Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;
Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.


Eclesiastes 3:1-8

Mas vale ler o capítulo completo, que ensina com sabedoria e propriedade como devemos aproveitar nosso tempo em sua totalidade

2 comentários:

Seu comentário é super importante para mim. Conto com você me dizendo o que achou desta postagem. Gratidão.