segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Como é bom aprender!




Hohoho, olha eu aqui de volta! Estou preparando essa postagem na madrugada - hora que deveria estar dormindo, mas se não for assim, não consigo! Tô cansada de vir aqui me desculpar pelos meus sumiços. Minha proposta era atualizar esse blog diariamente, mas quem disse que dá? Tenho três filhos para cuidar, três clientes para atender, casa (ah, graças a Deus agora tenho ajudante 2X por semana, uma mão na roda!), e uma cachorra que agora está dodói e tomando comprimidos 4X/dia e, ainda rebolo para arrumar tempo para cuidar de mim. Agora tô assim, não me deixo mais de lado, de jeito maneira!!!



Então jogo uma nova proposta para o Conexão Flávia: vou fazer o que der, da forma que der, mas sempre DE CORAÇÃO, tá? Espero continuar (ou voltar) a receber visitas e, conforme for dando, visito também (até minhas visitas deixei de lado, que uó!).

Mas vamos ao título da postagem de hoje, COMO É BOM APRENDER!!! Eu sempre AMEI estudar. Se pudesse estava sempre fazendo algum curso. Depois que me formei na faculdade, fiquei dez anos sem estudar nada. Foi um período quase que vazio intelectualmente, só não foi zerado porque não fico sem ler. Leio tudo, é meu vício, minha paixão, sou assim. E ainda tem as muitas histórias que ouvi nesse período e escrevi nesse período. Se fosse para me resumir, diria apenas que sou olhos, ouvidos, coração e mãos. Quem me conhece sabe que falo pouco, mas observo muito e com quase 100% de frequência escolho ouvir mais do que falar. Enquanto isso já estou processando todas as informações recebidas, num bate e rebate entre o cérebro e o coração. Depois de sentir cada história,  passo a escrevê-la.


Minha alegria foi quando finalmente consegui fazer o tão sonhado curso de fotografia. Já estava eu com três filhos e, de repente, voltei a estudar. Fiz o curso básico, o avançado e... parti para a pós graduação numa área tão sonhada. Ahhh, notaram algo a mais sobre mim??? Não sou planos, nem metas... sou sonhos, simples assim. Conclui o curso  de Língua Portuguesa tendo a honra de escrever um artigo científico sobre um tema que amo: As contribuições da Literatura e do Conto na formação do leitor.

Nos anos que dei aula para o ensino infantil, sempre usei muito o conto com os pequenos e o resultado era sempre tão fantástico, que cheguei a ganhar minha própria sala de conto e todos os alunos de todas as classes passavam por ela. Na época não tinha nem faculdade concluída, apenas com meu super curso (e bota super nisso!) de Magistério.

Hoje continuo sonhando e contando minhas histórias... o próximo passo será uma nova pós, mas dessa vez numa outra área. Ah, deixar acontecer e quando acontecer, venho contar. Enquanto isso busco tempo em casa, para estudar outras coisas, ler novos livros e conhecer novos mundos.

E um desses mais novos mundos que ando conhecendo, está me enlaçando de uma forma tão confortável! Disse lá em cima que passei a cuidar de mim, né? Pois é, por MUITOS e
MUITOS anos me deixei de lado. Nesse período fiz uma terrível descoberta: as coisas sempre podem ficar pior. Pois então, depois que as gêmeas nasceram, aí é que me perdi de vez, esqueci que existia. Aos poucos fui voltando a cuidar de mim, mas meu foco ainda era exclusivo para os meus filhos. 

Em 2013, sem decisões radicais, voltei a cuidar de mim. Primeiro passo: fazer exercícios. Sim, estava MUITO acima do peso. Sim, queria muito emagrecer. MAS, meu objetivo era ganhar condicionamento físico, estava EXAUSTA de me cansar fácil com nada. Também passei a fazer tratamento estéticos no corpo (e viciei!) e quando vi que tudo isso estava dando resultados interessantes, me voltei para a alimentação, buscando opções mais saudáveis.

Ainda não cheguei LÁ e esse inverno me desestabilizou muito. Nas semanas absurdamente frias me agarrei ao chocolate como nunca havia feito em minha vida. Mas estou voltando para os eixos, ainda de forma meio torta, porque escrever tudo isso comendo uma fatia de bolo de laranja de caixinha parece meio hipócrita, né? Mas espero que o chá de camomila (SIM, CAMOMILA, para ver se relaxo e deixo o sono entrar) está adoçado com açúcar mascavo. E assim, termino essa postagem, com uma das opções honestas que adotei para a minha vida e mostrando fotos minhas do antes e do hoje. Impressionem-se!




Não esqueçam de participar do sorteio do blog, ok? 
Para se inscrever, clique na imagem dos esmaltes ao lado.



* perdoem pelas fotos sem crédito!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é super importante para mim. Conto com você me dizendo o que achou desta postagem. Gratidão.