terça-feira, 30 de novembro de 2010

Triliche

Ainnnnnn, marido cismou pq cismou que quer - agora nas suas férias (entre dezembro e janeiro) comprar um triliche para o quarto das crianças. Acontece que a ideia não me agrada em nada, mas devo admitir que não temos muitas opções já que só temos dois quartos e sofremos com a falta de espaço. Hoje o quartinho deles (que nem é tão pequeno assim) tem dois guarda-roupas grandes (precisam ser grandes para agregar roupas e brinquedos de três crianças), a cama do Caio (que tem mais três gavetões) e os dois berços, além de uma escrivaninha onde fica a televisão e DVD e preteleiras, onde estão o abajur e os filmes e desenhos em DVD. A ideia do triliche é ganhar espaço no quarto, mas acontece que temos o pé direito baixo e assim vamos ter que tirar o ventilador de teto. Não posso colocar um ar-condicionado porque a bronquite do Caio não permite. Teremos que apelar para os ventiladores portáteis (que vão ocupar espaço em algum lugar na circulação). Uma das meninas vai ter que dormir no chão (claro, né, uma daquelas caminhas horrorasas de puxar ficam bem baixas) e a noite qq circulação pelo quarto será sobre a cama e logo sobre uma menina. Se isso vai dar certo? Improvável. Por mim optaria por uma beliche mesmo (ai, tb detesto, mas sei que não terei como fugir disso e continuaria com a caminha do Caio embaixo da janela. O espaço para circular seria o mesmo reduzido de hoje, mas ninguém dormiria "no chão" nem seria pisada durante a noite. Bom, vamos ver no que isso vai dar... Como diria minha querida Janaína Cassis, do blog Vivendo Intensamente: aaaiiiiinnnnnnnnnnn.

Bom, já que terei que me render, andei pesquisando alguns modelos no Google Images, claro que só estou postando os que me agradaram, né?

Amei esse modelo, mas precisaria de um marceneiro muito bom e um tiquinho a mais de espaço. Onde está o puff, coloria outra cama, mas sem chances de fazer esse modelo!

*
Esse não cabe uma cama embaixo, mas gostei da ideia de espaço que ele passa (não gosto de beliches "caixotinhos", que a pessoa fica "fechada" nele)

*
O que mais gostei nesse foi o espaço para os livros - rs

*
Ah, se tivesse espaço para tudo isso... Gostei das luzes.

*
Amei a escada, mas mandar fazer no marceneiro está fora de questão.
Vou ter que apelar para os modelos prontos vendidos nas lojas.

*
Ah, a cabaninha. Certamente providenciarei um paninho charmosinho desses
para as brincadeiras ficarem mais divertidas.

6 comentários:

  1. Eu acho que suas crianças vão amar o treliche, são muito fofinhos, apesar de não gostar tb da cama no chão. Bjos.

    ResponderExcluir
  2. Demorei um pouco, mas o desafio está respondido. Gostei de brincar disso, me lembrou tempos atrás e me fez pensar mais um pouco sobre mim. Mas preferi não indicar ninguem, ainda estou aguardando que minha indicadas respondam àquele outro desafio.

    Vc mora onde?

    Bjos muitos.

    ResponderExcluir
  3. Também vivo de dieta (ou não ... rs).
    Já comprei o cone e vou fazer a árvore de jujubas com a B.
    Adorei a ideia dos beliches, mas a cabaninha tá tudo!
    Bjks

    ResponderExcluir
  4. Oi Flavia, talvez não seja tão ruim assim.Com o tempo as crianças se adaptam com a nova cama.O bom é que havera um espaço maior no quarto para eles brincarem ou circular melhor.Bjos

    ResponderExcluir
  5. Amiga onde moro hoje tenho um quarto todo adaptado, é um quarto pequeno com um guarda-roupa grande, uma cama alta, um berço, uma escrivaninha, e ainda um gaveteiro que serve como escada pra subir na cama, rs!
    Vou fazer um post especial com o quarto deles pra te inspirar, amanhã vai estar postado as fotos, espero que te ajude, beijinhos linda e obrigada por lembrar do meu ainnnnnnnnnnn, kkkkkkkkkkk!!! Jana

    ResponderExcluir

Seu comentário é super importante para mim. Conto com você me dizendo o que achou desta postagem. Gratidão.