sábado, 30 de outubro de 2010

No devils, just plenty of spirited fun

Li essa matéria logo que foi publicada. Seu tema me chamou a atenção, pois sou evangélica e neste final se semana brinquei com meus filhos o halloween, como faço já há alguns anos. Sendo assim, sou EXTREMAMENTE criticada. Mas não vejo maldade na brincadeira, nunca vi, porque festejamos mesmo como um meio, uma estratégia para reunir as crianças para uma folia gostosa (como postei AQUI). Não comemoramos nada em específico, apenas nos reunimos para comer gostosuras e fazer travessuras bem fantasiados, claro. Mas como sabiamente Steven Murray, da Primeira Igreja Batista de Houston: "É só tornando-nos disponíveis para as pessoas que elas vêm em nossa porta."
Por isso faço questão de levantar a bandeira: "Mais Jesus (uma pessoa livre de todo e qualquer preconceito) e menos religiosidade (com todas as hipocrisias que são criadas dentro das igrejas).

Ah, o texto toscamente traduzido (com a ajuda do google) está logo abaixo. Para ler a original (em inglês), escrito por Jeannie Kever e publicado no Houston Chronicle, clique AQUI.


Sem demônios, apenas muita diversão animada
Igrejas brincam o Halloween com festivais que visam a sensibilização da comunidade

As igrejas uma vez ignoraram o Dia das Bruxas, desconfortável com as raízes do feriado pagão. Mas cada vez mais, algumas dessas entidades religiosas estão usando a data para se conectar com a comunidade e não-membros pela realização de eventos para a família, incluindo festivais e festas chamadas Doce ou Travessura.

Festa que hoje acontece no campus da Primeira Igreja Metodista de Westchase, por exemplo, que irá incluir uma casa de diversão e um concurso de fantasias, tornando-se um aspecto horrível, como um carnaval tradicional de Halloween.

"Havia uma mentalidade de 'não vamos nem mesmo reconhecer que a festa existe e talvez isso a faça passar", disse Steven Murray, um porta-voz para a Primeira Igreja Batista de Houston. "Mas isso não funciona. Halloween é um fato da vida."

Então conte a Primeira Igreja Batista entre as igrejas que usam as festas para chegar a potenciais membros. "É um evento muito natural ter", disse Randy Reeves, pastor-executivo da Comunidade de Woodlands, que espera milhares de pessoas a assistir às suas festividades de domingo à tarde. "Você tem um monte de gente vem em seu campus e se você pode convidá-los à igreja, que é uma grande combinação."

Algumas, mas não todas, colocam um giro bíblico sobre jogos tradicionais. Em São Jorge da Igreja Cristã Ortodoxa Antioquina em West University Place, que realizou a sua festa ontem à noite, as crianças jogaram pufes em Golias dardos em um dragão - em paralelo com folclore em torno da igreja de São Jorge matando um dragão.

As igrejas ortodoxas não comemoram Dia de Todos os Santos em 01 de novembro, a maneira como muitas igrejas ocidentais fazem, disse o padre João Salem, o pastor da igreja. Ainda assim, é uma boa desculpa para uma festa.

Algumas crianças se vestem como santos, mas outros não.

"Nós apenas lhes dizemos que se abstenham dos demônios e bruxas e assim por diante", disse Salem. "Se eles quiserem vir como Santo Inácio, está bem. Se eles quiserem vir como Buzz Lightyear, tudo bem também."

"Doce ou Travessura" é um tema comum, com a oferta de membros da congregação trata da parte traseira de seus carros. Isso permite que os membros da igreja se misturem com as famílias da comunidade, disse Elizabeth Wallace de Cedar Bayou Igreja Metodista Unida em Baytown, que realizará a sua festa de domingo.

festivais de outono
Primeira Igreja Metodista, em diversos locais e no oeste de Houston, planeja dois festivais.

Dia 23 de outubro aconteceu o festival em Houston "não era uma alternativa para o Dia das Bruxas", disse o porta-voz da igreja Allen Houk. "Nós a chamamos de "um festival de outono. Temos evitado, pelo menos (centro), dos aspectos tradicionais de Halloween, porque alguns de nossos membros acham que fantasmas e duendes não vão bem com a igreja" .

Mas a festa de hoje no campus Westchase - que oferece serviços de adoração adicionais, juntamente com uma escola e um complexo recreativo alastrando - contará com um zoológico, passeios de pônei e abóbora decoração, juntamente com um concurso de atirar balões de água, uma caminhada de lua e um mágico.

Há também uma "casa de diversão", que Tom Gaden, diretor do complexo recreativo Quillian Center, descreve como uma casa não muito assustadoramente assombrada, e tronco-ou-tratamento.

Ainda assim, Gaden chega a chamá-lo um carnaval de Halloween.

"É o nosso festival de outono", disse ele.

Fellowship of The Woodlands, que atrai cerca de 18.000 pessoas para serviços em quatro locais a cada semana, teve uma festa de Halloween alternativa por anos, disse Reeves.

A igreja oferece rotineiramente eventos da comunidade na praça do seu campus em The Woodlands - as outras três localidades realiza serviços em um espaço alugado em Katy, Atascocita e Tomball - para um evento de Halloween que é natural, quando o feriado cai em um fim de semana, ele disse.

Este ano o festival começa às 16:00 de domingo e termina quando inicia
o serviço da igreja, às 18 horas.

Outros festivais acontecerão hoje, evitando a baixa das atividades de domingo.

Congratular-se com vizinhos

A Primeira Igreja Batista do partido - com um zoológico, bungee jumping, touro mecânico e um tanque dunking, com o pastor Gregg Matte como um alvo - acontecerá esta tarde. Isso deixa de estacionamento e outro espaço livre para os estudosda Bíblia à tarde e o culto da noite.

E vai permitir que os membros da congregação participem do movimento da luz da noite, o que encoraja os crentes para iluminar suas casas e compartilhar sua fé com os vizinhos na noite de Halloween.

"Esta é a única noite do ano que nossos vizinhos vêm até nós", disse Murray. "É só tornando-nos disponíveis para as pessoas que elas vêm em nossa porta."

Halloween - preparativos e dicas

Sempre comemoramos essa data na casa da sogra, mais como uma desculpa para reunir a criançada e fazer uma folia regada à doces e fantasias. E eu, que não dispenso uma festa e nem seus preparativos, sempre penso em algo novo e coloco mãos a obra.

O negócio é que deixei para a última hora (literalmente), só na noite da véspera que sentei para agir e fiz: abóboras de pano (uma camiseta horrorosa ganhou nova utilidade), móbiles e copos de fantasmas. Para mais tarde ainda planejo fazer uma lanterna de abóbora (vai ser minha primeira vez, espero acertar para não decepcionar o filho), também separei feltro preto para criar morceguinhos e enfeitar o lado de fora da porta e uma cortinha horripilante para enfeitar o lado de dentro da porta.

Para incrementar a festa, bolei 36 perguntas sobre o tema. Aqueles que errarem as respostas terão seus rostos carimbados com rolha de vinho queimada, além de ter pedido para o marido imprimir desenhos para pintar e decorar. Ele também foi o responsável por montar umas caveirinhas articuladas que ficaram demais.

Filho quase não vai dormir essa noite de ansiedade, parece até que puxou a mim - rs.

Segue fotos do que foi feito até agora:




Os copinhos, que podem servir tanto para bebidas como para encher de doces foram inspirados nos da Martha Stwart e publicados na revista Crescer. Clique AQUI para ver o original)

Essa abóbora aprendi a fazer com a Rafa, do Casa Montada.
Para conhecer o passo-a-passo clique
AQUI .


O móbile fiz baseado no que a fantástica Rafa ensinou
(de novo eu falando do Casa Montada, mas esse blog é demais).
Ela usou um filtro diferente (clique
AQUI para ver.
O dela tá mais para forminha de doces, aqui não deu certo e
optei pelo filtro de café mesmo) e gostei do resultado.

***
COMIDINHAS
Ah, nessas minhas andaças pela net também achei sites e blogs com receitinhas ótimas, especiais para a data. Segue a lista (para ir até a página, clique sobre o título da receita)

* Bolo tumba* Cheescakes e cupcakes (receitas diversas e divertidas)
* Fantasminhas e mini abóboras doces (nesse blog também tem receitinhas de aranhas de chocolate)
* Delícias diversas
* Lamba os dedos
* Lanchinho assombroso
* Olhos de dragão
* Pipoca enfeitiçada
* Sanduíche de sapo
* Suco de vampiro

No site da revista Recreio ainda tem muitas outras atividades sobre o Halloween, vale a pena dar uma olhada AQUI

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Spam ajuda???

Segunda-feira abro minha caixa de e-mail e a primeira mensagem que leio é enviada por um conhecido, com o assunto AJUDEM. De curiosa abro o e-mail, depois de ficar um tempão segurando o mouse para baixar a caixa de rolagem (que até então tinham centenas de e-mails para os quais a mesma mensagem havia sido enviada e reenviada), chego no conteúdo: a imagem de um bebê todo entubado e enfaixado num hospital. Na legenda:

"Simplesmente reenvie este email, nao necessita dinheiro... / Por favor esta bebezinha tem apenas 4 1/2 meses e ela encontra-se gravemente doente, e se puder no minimo re-encaminhar este e-mail para todos os seus contatos estaria contribuindo 10 centavos para a operação dessa bebezinha. / Deus abençõe todos que re-encaminharem este email, e perdoe quem ignorou . "

Cara, não sei se isso é verdade, se é possível realmente uma pessoa "necessitada" ganhar dinheiro tendo seu e-mail milhares de vezes reenviado. E se é, a troco de quê alguém (porque nesse caso não sei quem é que dará esse dinheiro) pagaria R$ 0,10 por isso? Porque não ajuda direto e pronto? E tem ainda outra questão: desde quando essa mensagem está sendo enviada por aí... dias, meses, anos? Como descobrir? Complicado isso, né?

A imagem é triste e vc fica sem saber o q fazer: encaminha a mensagem por dó lotando contribuindo com o spam na caixa de email dos amigos ou deixa passar, pedindo para que se for verdade, realmente Deus perdoe pela incredulidade.

O fato é: ninguém merece essa enxurrada de spam que recebemos aleatória todos os dias... só nessa manhã já me ofereceram desconto no viagra (e olha que eu, sendo mulher, nem uso isso), também tem a possibilidade de passar a amar mais meu corpo e ficar pronta para o verão (ih, desse tem dois, mas o segundo fala diferente: aumente sua autoestima - fique magro), assim como a ficar mais inteligente, um guia para motivação, a chance de incendiar meu relacionamento e até de recorrer das multas. Ah, também posso limpar meu nome (isso é possível sem pagar as contas???) e ganhar na loteria jogando matematicamente (ahn???)... Ah, é tanta coisa, tanta babaquice lotando minha caixa de entrada que só penso em como me livrar disso.

Alguém conhece algo como "Socorro virtual. Livre-se de e-mails indesejados para sempre?". Se souberem de algo assim, digam-me, please!

sábado, 23 de outubro de 2010

Livros

Hoje meus livrinhos chegaram (falei sobre eles AQUI, no post anterior)... Qdo fui buscar na portaria senti como se tivesse ganho na loteria. Subi feliz da vida com aquele peso de nove livros entre os braços... Caio também estava ansioso, vivia me perguntando qdo chegariam e amou tudo, já até começou a ler... Estou tentada a ler AS CRÔNICAS DE NÁRNIA que comprei para ele (e olha q nem conheço a história, pois n vi o filme), mas pela sinopse parecem bem interessante... AH, outra coisa que estou DOIDA para fazer é ver o filme COMER, AMAR, REZAR... Estou me programando para ir terça-feira ao cinema (depois do curso - q é ao lado do shopping)... Meu eu cultural está pedindo para ser melhor alimentado - kkk

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Aquisições

Gente, não estou podendo gastar nem com uma bala, mas não resisti e comprei. Me sinto culpada, mas certa de que esta comprinha foi um ótimo investimento. Ontem o Submarino estava com MUITOS livros em oferta, com frete free. Assim não dá, né? Foram 9 de uma vez só! Não vejo a hora de chegarem... Desses nove, três são para o filhão.

Entre eles está AS CRÔNICAS DE NARNIA - Volume Completo, do C.S. Lewis. Não vi o filme, como Caio além de leitor voraz também é cinéfilo, não duvido que já tenha visto. Mas tenho ótimas recomendações dessa literatura e estava ansiosa para tê-la aqui pertinho. São mais de 700 páginas e ele tem só oito anos, mas acho que se a história realmente for interessante (ainda n teve um livro que ele não tenha lido que não achasse interessante), vai pegá-lo!

Para ele também virão: COMO TREINAR O SEU DRAGÃO: POR SOLUÇO SPANTOSICUS STRONDUS III e COMO SER UM PIRATA SPANTOSICUS STRONDUS III , ambos de Cressida Cowell. Juro que não li nem a sinopse deles, mas gostei da capa e do título, achei que eram a cara dele. Espero não errar!!! rs

Para mim, apaixonada pelas Crônicas Vampirescas de ANNE RICE, finalmente adquiri ENTREVISTA COM VAMPIRO (fiz a besteira de emprestar o meu, claro que nunca mais vi, né?), e outros dois que ainda não li: CÂNTIGO DE SANGUE e MERRICK. Faz anos que não leio nada do vampiro Lestat, na verdade parei ARMAND pela metade. Preciso recuperá-lo e dar andamento. Não vou sossegar enquanto não tiver a coleção completa (e olha que já tem mais de 15 anos que me afixionei por Lestat - rs).

Tem mais uns romancinhos açucarados (que também comprei pq gostei do "tripé": capa/título/sinopse e um do Augusto Cury, que é ótimo!!! Aliás, estou lendo (já há um tempão), MARIA, A MAIOR EDUCADORA QUE JÁ EXISTIU. É um livro fino e ótimo, pena que não seja ficção senão já teria terminado, mas como não é... acabo lendo ele e mais dois ao mesmo tempo e aí sua leitura acaba sendo mais arrastada que as outras... Mas é bom, viu? Vale a pena.


Foram NOVE livros por menos de R$ 100. E o mais caro deles custou R$ 19,90 (E hj, As Crônicas de Nárnia já está por R$ 12,90!!! Pq sou tão ansiosa??? rs). Mas valeu, né?

sábado, 16 de outubro de 2010

Dani Simples assim...

Minha mãe sempre contou a história que eu deveria ter me chamado Dani... Meu pai saiu da maternidade em direção ao cartório com meu nominho escolhido por ambos, escrito num papel... Mas daí, acompanhado do meu padrinho, decidiu que Daniela não era um bom nome e deixou minha mãe de boba quando chegou com o registro de Flávia.
Claro que, enquanto adolescente sempre me revoltei por não ter sido Dani e sim ser Flávia, como se isso mudasse algo em mim. Mas, olha que loucura, esse post não é para falar de mim, nem dos meus sentimentos ou inquietações. É para falar de uma bela oriental: Dani Suzuki. Hoje, passeando pela primeira vez em seu blog, me dei conta da beleza dessa mulher. Jesus, como essa menina de olhos puxados é linda! Não resisti, PRECISEI elogiar. Deus abençoe tamanha beleza!


* Ah, fotinha "roubada" do blog da moça, feita por Kiko para a revista Gol

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Embrulhando Segredos

"Um brinde ao que passou,
porque o que vem é melhor".


Essa frase li outro dia num post do blog http://www.acasaqueaminhavoqueria.com . Ela é do livro (que AINDA não li, mas fiquei curiosíssima para tê-lo e em breve terei!) Papel Manteiga para Embrulhar Segredos: Cartas Culinárias , escrito por Cristiane Lisboa, com receitas de Tatiana Damberg.

O negócio é que tive que copiar a sinopse dos sites de venda, para mostrar como essa leitura pode ser bem interessante...

"Este Papel Manteiga para Embrulhar Segredos: Cartas Culinárias não forra as fôrmas, sequer se deixa descansar nele a cobertura do bombom. Este papiro é compatível com a língua, a física e a falada, pode-se embrulhar nele sabores factíveis e ficciones. Livros que receitam são tão íntimos quanto o amor.Receitas são letras e não o bolo em si, a bandeja. Porque palavras se transformam em bolo se você quiser. Eis um romance permeado de receitas até para quem não tem fogão. Cozinhe e faça a sesta, uma vez que as cartas/capítulos deste romance levam o leitor ao sombreiro que a boa literatura traz aos bons de prato. Ingredientes unidos por Tatiana Damberg, em alquímica sabedoria, encontram seu cozimento nas graças de Cristiane Lisboa, que faz literatura até com miolo de pão. A forma como se escolhe ingredientes, como se perfuma as panelas e se deixa cozer as carnes, foi, é, e sempre será misteriosa para quem a faz, imagine para quem a lê. Tem as mãos um romance epistolar, receitas solares e madrigais. Alcance uma poltrona e dispense o guardanapo. Ninguém está olhando."

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Eu quero

Oba!!! Hoje é Dia das Crianças!! Até quando, nós que já crescemos (em estatura e idade) um pouco, podemos comemorar??? Bom, vejo a infâcia como uma fase incrível nas nossas vidas, de decisões (não nossa, mas as circustâncias em que vivemos nesse período, assim como as experiências contribuem muito para o traçar do nosso "destino"), mas também de muita alegria (ah, como amo a pureza da inocência!!!).
Bom, mas o que quero dizer é a infância pode ser mágica, quase que em 100% das vezes. É o período em que podemos desejar o impossível, acreditando que isso acontecerá. Então, com meu lado mais "puro" e infantil (assim como com meu lado mais rebelde e romântico), desejo ganhar nesse dia, DESEJO IMENSAMENTE ganhar nesse dia, desejo exasperadamente ganhar nesse dia, algo mais que um brinquedo. Desejo Johnny Deep, em todo o seu explendor, masculinidade, feminidade, rebeldia e glamour... Sim, idependente de tudo, desejo JOHNNY DEEP. Alguém me dá de presente???

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Um dia na Ilha


É engraçado como muitas vezes viajamos tanto, mas não conhecemos por completo nossa própria cidade, né? Falo isso por experiência própria, há alguns meses fui incubida de fazer uma matéria para a revista BeachCo sobre a Ilha Diana.
Essa ilha é um bairro de Santos, município em que nasci, e para chegar chegar até ela só por meio de barco - que sai de Santos, com conexão em Guarujá (cidade em que fui criada). O engraçado é que por anos e anos e anos e anos peguei a barca que leva a população de Santos à Vicente de Carvalho (distrito de Guarujá) e nunca tinha prestado atenção na embarcação menozinha que saia colada à barca que eu pegava. Pois então, é essa menorzinha que leva à Ilha.

Gente, Santos é uma das maiores cidades do Estado de São Paulo, quando na minha vida poderia imaginar que existesse um lugar tão parado no tempo e espaço como a Ilha Diana dentro da minha própria cidade? Isso não é ruim, não. Funciona para os que vivem lá.
Os locais afirmam que não trocam a Ilha por nada! Lá não tem mercearia, padaria, farmácia, nada. Ah, tem uma escola, que funciona até o primeiro período do Ensino Fundamental e tem também posto de saúde, que fica abertó só até às 15 horas.
Além da embarcação pública (R$0,50 o transporte), a maior parte dos moradores contam com seus próprios barquinhos para sair do local.
Então lá é comum ver crianças de 5, 6 anos remando e adolescentes, com 12 anos, já atrevassando a baía até Vicente de Carvalho. Imagina, acordar cedo, pegar o seu barquinho e ir remando até a outra cidade para poder estudar? Fiquei sim de boca aberta!
Bom, querem saber mais? Leia AQUI a matéria que fiz para a revista.

Essa é a Iara, foi minha guia local (adoro essa foto!)


Por do sol na Ilha - lindo!

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Melancia

Queridinhas, vim contar para vocês que após terminar - com muita dor no coração - o maravilhoso livro FÉRIAS, da Marian Keys, comecei a ler Melancia, da mesma autora e de início já me decepcionei. Porque este livro já figurou entre os mais vendidos, as críticas à ele são ótimas e eu não estava gostando nada (e olha, para eu não gostar de um livro de mulherzinha é difícil, viu?). Bom, mas tudo tem justificativa, né? Claire, a protagonista, sofreu um baque já no começo da minha leitura: quando estava na maternidade, após dar a luz à primeira filha, o marido vem visitá-la dizendo que estava indo embora de casa pois estava com outra pessoa e avisa que não vai nem conhecer a filha, para não fraquejar no intuíto de abandanonar a esposa. Claro que isso (Jesus, será que na vida real algum cafajeste tem mesmo coragem de largar a esposa no momento mais mágico da vida?) rendeu páginas intermináveis de chororô, depressão e farpas ao sexo masculino.
Mas agora (no momento em que parei a leitura para vir aqui postar), Claire parece ter entendido que o casamento acabou e que não pode se dar ao luxo de ficar lamuriando a vida pq tem que pensar nos aspectos práticos da separação. É nesse momento que ela volta a viver, linda (com as roupas da irmãs, pq qdo saiu da maternidade foi até sua casa pegar coisinhas para a bebê e correu para ficar com ospais, sem nem levar suas próprias roupas - ah, ela mora em Londres e os pais na Irlanda).

E quando volta a enxergar o mundo ao seu redor, se vê interessada num rapaz desses que deixam todas as garotas de boca aberta por ele e ao que parece ele também está de olho nela. Estou começando a achar legal porque parece que a trama vai se desenrolar, já que o tal rapaz deve ser namorado da sua irmã mais nova (pelo menos é o que ela pensa. eu não sei, preciso voltar a ler... rs).

Bom, é isso. Vim deixar a dica de mais um livro mulherzinha para aquelas que, como eu, adoram uma leitura despretensiosa.